Friday, July 26, 2013

Loucuras

Loucuras

Há os loucos oficiais.  Eles estão nos hospitais psiquiátricos sendo tratados ou não. Alguns ficam em casa sob fortes remédios, quase mortos para a sociedade. Esquizofrenia, neurose, psicose, demência e outras mais podem atacar  o ser humano. Em alta escala, em escala menor, é sempre triste. Mais triste é a maneira como as pessoas olham para eles: com preconceito. São doenças como as outras, só que são no cérebro. As pessoas que as amam, tentam, desesperadamente, achar aquele pequeno detalhe, perdido no rosto, num gesto, que mostre uma pequena luz, um pequeno contato, por minúsculo que seja, com a realidade. A verdade, porém, dura e dolorosa, é que elas parecem mortas para nós, parece que já se foram.

Vamos deixar esse assunto triste de lado e dizer que, felizmente ou não, há outros tipos de loucura. Há os loucos por comida.  Difícil fazer o balanço entre o prazer de um bom prato e as consequências imediatas e a longo prazo. Há os loucos por dinheiro. Perigoso, perigoso.  Há porém, os loucos de amor. Esses sempre são bons. Claro, desde que não sejam loucos pelo amor de outros que já tenham um outro amor. Há ainda, outros tipos de loucos. Uns são inofensivos, outros são indiferentes, outros ainda são muito perigosos para si mesmos e para os outros.



Os mais perigosos de todos, porém, são os loucos pelo poder. Mantenha distância deles, não tenha contato, avise seus amigos. Eles não têm limites, não respeitam as regras, não levam em consideração nada ou ninguém.

Vale a pena repetir.  Fique longe dos loucos pelo poder. Eles são, de longe, os mais perigosos de todos os loucos.

No comments:

Post a Comment