Saturday, June 28, 2014

Coisas que a gente não consegue entender


Coisas que a gente não consegue entender

Há inúmeras coisas que a gente não consegue entender no mundo de hoje. Nem estou falando dessas loucuras de astrônomos que veem planetas a distâncias incalculáveis, a não ser em termos de anos-luz. Nem de teorias genéticas e outras do tipo que nem sei, sequer, como vislumbrar. A teoria quântica, então? Nem ouso me aproximar.
Estou falando de coisas bem mais simples. Não entendo, por exemplo, por que um jogador que ganha milhões de dólares, arrisca sua carreira e a sorte do time de seu país, por morder um adversário. E entender por que, outro jogador - de futebol americano, o tal de Hernandez – mata duas pessoas por causa de uma bebida derramada sobre seu corpo num clube noturno? Nem foi por querer: foi um acidente. Um vampiro e uma besta feroz?
E as instituições? Pior ainda. O governo de Oklahoma, por exemplo, não consegue executar os prisioneiros de uma maneira natural. É verdade que não é fácil ser natural ao se matar uma pessoa. Estranho, pois eles executam há tanto tempo. Eles não conseguem mais acertar os líquidos que precisam para liquidar a vida do condenado à morte. E eles ficam se  contorcendo um bom tempo antes de se despedirem desse mundo. A justiça até ordenou que eles suspendam as execuções até que aprendam a matar, antes de continuar: que ironia! Já tomei anestesia algumas vezes. A gente apaga, não sente nada e acorda horas depois. Se eu morresse durante este período, seria a morte mais suave que se pode imaginar. Será que é muito difícil fazer isso? Deve haver alguma parte da história que eu não conheço. Não pode ser só isso. Seria um absurdo.

Definitivamente, há coisas que eu não consigo entender. Essas são apenas uma pequena, muito pequena, amostra delas.


<o><o><o><o><o><o><o><o><o><o><o>


No comments:

Post a Comment