Monday, August 24, 2015

Pluta vida!



Pluta vida!

Em 2006, a New Horizons partiu da Terra para uma longa missão. Muitos anos depois, em julho de 2015, ela estava a apenas 12 quilômetros de Plutão e a 4.77 bilhões de quilômetros da Terra. No caminho tirou fotos de Saturno e Netuno e chegou a alcançar a velocidade de 21 km por segundo, o que equivale a ir de São Paulo ao Rio em 20 segundos.
Na verdade, o que mais me impressiona mesmo são os cálculos que o computador teve de fazer para chegar até lá com essa incrível precisão. E não é só a direção que a sonda teve de tomar. Existe a atração gravitacional dos planetas, o fato de que eles estão, também, a uma velocidade vertiginosa pelo Cosmos e muitas outras coisas que, leigos como nós, sem sequer imaginam. Embora muita gente ache isso uma inutilidade, perda de tempo, é sem dúvida, uma façanha admirável, que, ao longo do tempo vai se traduzir em benefício para a humanidade.
Por outro lado, temos o caso do acidente de trens em Chatsworth em 2008 nos Estados Unidos. Vinte e cinco pessoas morreram porque o condutor do Metrolink não viu o sinal vermelho e continuou sua marcha diretamente contra o trem da Union Pacific. E por que ele não viu o sinal? Porque estava olhando as mensagens de texto em seu celular.  É ou não um paradoxo de nossa civilização?
Melhor pensar em Plutão, admirar-se e exclamar:
Pluta vida!


Histórias do Futuro

Para adquirir este livro no Brasil 



Para adquirir este livro nos Estados Unidos 

Clique aqui (e-book: $3.99 impresso: $11.98)

No comments:

Post a Comment