Wednesday, December 23, 2015

Escritor



Escritor

Todo dia faço um poema,
escrevo qualquer coisa.
Espero que alguém leia
e sinta o que eu sinto.
Vez ou outra, descuido,
jogo palavras ao vento.
Espero que ele as leve,
bem longe daqui.
Que, alguém, sedento,
de alguma leitura,
num distante país,
as leia, com atenção.
E se for um chinês,
que só fala mandarim?
Azar dele, quem mandou
não aprender português?

ooooooOOO0OOOooooo


Lançamento no Clube de Autores:  Insólito

Para comprar no Brasil ( impresso ou e book) clique: 


Para comprar nos Estados Unidos clique

No comments:

Post a Comment